Iniciada obra de Rede Subterrânea na Rua Visconde de Taunay em Joinville.

Em 01/07/2008, a SADENCO Engenharia, em consórcio  com as empresas Quantum Engenharia Elétrica e CDI-POWER,  iniciou a obra de substituição da rede aérea de distribuição de energia elétrica  por rede subterrânea na Rua Visconde de Taunay, também conhecida como Via Gastrônomica,no município de Joinville, conforme contrato firmado com a CELESC Distribuição S.A.

A obra esta prevista para ser concluída em 120 dias. 

Este projeto trará benefícios para a cidade, sociedade e concessionária de distribuição de energia elétrica, entre os quais podemos citar:

  • Valorização da Via (local de restaurantes, bares e grande circulação de pedestres e veículos);
  • Reforço da atração turística da cidade, melhorando  a aparência do local;  
  • Maior segurança e conforto para população e visitantes. 

 

Mais luz para o município de Joinville

Mais Luz, a rua das Palmeiras (alameda Brustlein) ganhou nova iluminação esta semana. Foram instalados nove postes  com 36 projetores e lâmpadas de vapor metálico de 250 watts.

A iluminação ajuda a destacar a copa e os troncos das palmeiras também foram instalados 17 postes decorativos com luminárias iguais as já utilizados na rua do Príncipe.

Economia com segurança: Testes com Reatores de Dupla Potência

O Consórcio está realizando testes de campo com um novo tipo de reator, disponível para lâmpadas a vapor de sódio, que possibilita a redução do consumo, mantendo níveis adequados de iluminação.

O princípio de funcionamento desse equipamento baseia-se na variação da impedância da bobina do reator. Inicialmente, para o fluxo normal da lâmpada (potência máxima), o reator trabalha com a sua impedância normal. Após o intervalo de tempo determinado, adiciona-se a impedância normal do reator, uma segunda impedância, obtendo assim uma redução da corrente elétrica, o que provoca uma redução na potência, gerando assim economia de energia elétrica. Na prática isso significa que é um reator com duas bobinas que são acionadas através de um chaveamento, após um período. No ato do chaveamento aumenta a impedância do conjunto, reduzindo a corrente fornecida à lâmpada, o que gera uma redução no seu fluxo, potência e, conseqüentemente, a economia de energia elétrica.

Foram realizados ensaios na bancada de testes de Joinville, com lâmpadas a vapor de sódio com potência de 250 Watts, obtendo-se os seguintes resultados:

· A redução na iluminância: ~ 32%, e

· A redução da potência: ~38%.

A potência consumida foi de 287W para o modo normal e 176W para o modo reduzido, considerando as perdas do equipamento. Isto significa praticamente que uma lâmpada a vapor de sódio de 250 Watts com este equipamento, no modo reduzido terá um comportamento equivalente à uma lâmpada com potência de 150 Watts. Em análise a vida útil do equipamento,  o plano de investimentos, a taxa de retorno e a avaliação dos munícipes.

Testes com novos relés para comando da iluminação

Visando à constante modernização do sistema de iluminação nas cidades em que atua, o Consórcio SQE pesquisa e realiza ensaios de campo com a aplicação de novas tecnologias, produtos e procedimentos para a operação e manutenção.

Nesta linha foram instalados para testes de campo, ao invés dos convencionais, dez relés fotoelétricos conhecidos como “eletrônicos”.

Segundo os fabricantes, o relé eletrônico garante uma atuação mais uniforme (simultâneo) ao anoitecer e ao amanhecer, quando comparado com relés fotoelétricos convencionais. Baixo consumo de energia para operação, maior vida útil dos contatos elétricos e retardo no acionamento, evitando a atuação do relé com descargas atmosféricas ou faróis de veículos. Além disso operam normalmente numa ampla faixa de tensão.

Os relés eletrônicos instalados para testes possuem o sistema denominado de “Fail-Off”, sendo que em caso de falha do relé, a lâmpada permanecerá apagada, evitando assim, o desperdício de energia elétrica durante o dia e a redução da vida útil dos demais componentes da instalação. Alguns modelos de relés eletrônicos disponibilizados no mercado possuem o recurso de temporização, podendo ser aplicados em locais onde após um determinado período não é mais necessária à presença da iluminação, como monumentos e fachadas de prédios públicos.

Estes equipamentos estão sendo monitorados através do sistema informatizado de Gestão de Iluminação Pública  GIP®, que mede a vida útil real dos equipamentos instalados, e também através de acompanhamento de campo.

Os dados coletados estão sendo comparados com os de manutenção do sistema convencional (relés com dispositivo de atuação térmica ou magnética), para avaliação da viabilidade técnica e econômica da utilização desse tipo de equipamento.

 joinville_2290.jpg

Conclusão de Ampliação da Subestação Forquilhinha

A reforma e ampliação da Subestação Forquilhinha, do sistema da CELESC, foi concluída pela SADENCO Engenharia em 15/06/2008.

Todo o projeto  executivo foi elaborado sob a coordenação e supervisão da SADENCO ENGENHARIA. No desenvolvimento da reforma e ampliação participaram profissionais altamente qualificados e foram utilizados equipamentos de alta tecnologia.

Foi instalada uma linha completa em 69kV para compor  o Bay da Linha de Transmissão Coopera,  construídas bases de equipamentos, instalados 03 seccionadores, 03 transformadores de corrente, 01 transformador de potencial e 01 disjuntor, além da instalação de um pórtico de ancoragem de concreto completo   para encabeçamento  da linha de transmissão.

 img_1274 img_1278

Iluminação de Destaque em prédios históricos de Itajaí.

Em 02/06/2008,  a SADENCO ENGENHARIA concluiu as obras de Iluminação Pública de destaque  dos prédios históricos, tombados  pelo patrimônio cultural, Igreja Imaculada Conceição,  Centro de Cultura Popular (Mercado Público) e o Palácio Marcos Konder (Museu Histórico).

Esses importantes prédios históricos foram contemplados  com iluminação de destaque  visando a valorização noturna , intensificação turística do município, e a integração urbana, com baixo  consumo de energia elétrica.

No monumento mais antigo da história da cidade, a Igreja Imaculada Conceição, foram instalados ao redor da edificação 26 projetores subterrâneos. Já na fachada frontal foram instalados 12 projetores especiais de dimensões reduzidas, com miníma interferência na arquitetura. Os arcos das fachadas laterais e o topo da torre também receberam iluminação de destaque.

O Centro de Cultura Popular (Mercado Público), considerado um local de importância histórica, cultural e arquitetônica, recebeu iluminação de destaque com 36 projetores subterrâneos, que criou uma nova identidade noturna à edificação.

No prédio do Palácio Marcos Konder, que abriga  o Museu Histórico, foram instalados 29 projetores subterrâneos para o destaque das colunas e mais 19 projetore para destaque do arco superior frontal, detalhes arquitetônicos e telhado.

As lâmpadas utlizadas são do tipo vapor metálico com alto índice de reprodução de cor, baixa potência, temperaturas de cor de 3000 K , e na cor azul, e também lâmpadas halogeneas do tipo PAR 20.

img_4904 img_4924
 img_4931      img_4922

Iluminação Pública especial da Rua Estefano José Vanolli Itajaí

Em 02/06/2008, a SADENCO Engenharia iniciou a implantação de Iluminação Pública especial decorativa na  Rua Estefano José Vanolli, trecho entre a Rua Guilherme G. Rhenius e Avenida Gov. Adolfo Konder, uma das principais vias de comércio da cidade de Itajaí, incluindo o fornecimento e instalação de equipamentos de alta eficiência luminosa,  durabilidade, e desenho contemporâneo.

Esta obra trará os seguintes beneficios para o municipio, sociedade itajaiense e concessionária de distribuição de energia elétrica:

  • Valorização noturna da rua ( local de comércio e grande circulação de pedestres e veículos);
  • Reforço da atração turistica da cidade;
  • Economia no consumo de energia elétrica, devido à utilização de equipamentos de alto rendimento e eficiência energética;
  • Baixo fator de manutenção, devido à utilização de equipamentos com elevados graus de proteção contra a penetraçao de água e poera, e equipamentos de grande durabilidade;
  • Mais segurança e conforto dos usuários;
  • Favorecimento da integração urbana.